5 dicas para chamar alguém para dançar

chamar alguém para dançar_vida sana

Viver em tempos modernos tem as vantagens das facilidades da tecnologia e as desvantagens da diminuição do contato humano. É muita mensagem no WhatsApp e pouca conversa olho no olho; muito inbox e pouco abraço. Dessa forma, é normal que em ocasiões de encontros pessoais como festas, por exemplo, as pessoas fiquem um pouco tímidas e sem saber como se aproximar de alguém que chamou a atenção. Pensar em chamar para dançar já dá calafrios. A dança a dois é um dos maiores termômetros para avaliar a sintonia do casal. É perfeita para ver se os corpos se encaixam direitinho, sentir o cheiro do outro, perceber se conseguem seguir o mesmo ritmo.  

Para encorajar homens e mulheres que têm vontade de chamar alguém para dançar, o Groove Guys dá algumas dicas. É importante ter em mente três coisas antes de qualquer abordagem: entender os sinais que o outro está emitindo e respeitá-los, compreender que ninguém precisa ser bailarino para se divertir numa pista de dança e, por fim, saber que se não rolar, não é o fim do mundo.

  1. Faça contato visual: observe como a pessoa por quem você se interessou está se comportando. Ela está solta, arriscando uns passos sozinha? Ou está tímida e introspectiva? Se ela parece estar à vontade no ambiente, já é meio caminho andado.
  2. Aproxime-se: é interessante chegar um pouco mais perto fisicamente para melhorar a fase da observação. Ela está conversando com algum conhecido seu? Está comendo? Pedindo algumas bebidas? Tudo isso pode fornecer informações para ajudar no contato pessoal.
  3. Puxe uma conversa: é interessante que troquem algumas palavras antes do convite para dançarem juntos. O balcão do bar costuma ser um bom lugar para esse contato inicial. Você pode sugerir um drink que provou e gostou bastante, perguntar se ele/ela não gostaria de sugerir alguma coisa para você.
  4. Tente outra forma de aproximação: se viu que a pessoa se divertiu quando tocou música sertaneja, por exemplo, você já tem informações e pode perguntar de que artistas ela gosta, se gosta de sair para dançar, que lugares frequenta.
  5. Convide para a pista: quando tocar aquela música gostosa de dançar juntinho, comente sobre o quanto gosta da canção e está com vontade de dançar, se ela não o acompanharia.

 

O Groove Guys tem uma seleção de músicas bem indicadas para dançar grudadinho. Conheça algumas delas:

 

Can’t Help Falling in Love: música romântica da década de 60, que teve inúmeros intérpretes, mas ficou bastante conhecida na voz de Elvis Presley. Tem um ritmo lento, não precisa ser um bailarino/a e arriscar passos sofisticados.

 

Love me Tender: Essa música também é do rei do rock. Ele a compôs em 1956 para um filme que leva o mesmo nome (a tradução em português é “Ame-me com Ternura”).  Também é suave, ideal para embalar um romance no comecinho.
Bésame Mucho: esse bolero da mexicana Consuelo Velázquez tem servido de trilha sonora para muitos casais apaixonados desde a década de 40. Tem um ritmo e letra bem passionais, ideal para dançar a dois.

Foto: Vida Sana

du_arantes_ensaio_groove_guys_0112